Suspensão dos cortes dos subsídios devia ser imediata, defende constitucionalista Bacelar Gouveia

| Política
Suspensão dos cortes dos subsídios devia ser imediata, defende constitucionalista Bacelar Gouveia

Em declarações à Antena 1 Bacelar Gouveia classifica como incompreensível a decisão do Tribunal Constitucional(TC) em declarar inconstitucional os cortes dos subsídios de férias e natal dos funcionários públicos e pensionistas, permitindo no entanto que esse corte vigore este ano e seja suspenso apenas em 2013.

O constitucionalista admite que o subsídio de férias já não fosse pago mas indica que o subsídio de natal devia ser pago e questiona: "se uma coisa é má, se uma medida é inconstitucional, sendo reconhecida ontem pelo TC, então o Tribunal não a aplica imediatamente e faz deixa dilatar no tempo os efeitos?".

Indignado, Bacelar Gouveia, observa que o Tribunal Constitucional deu uma prova de vida dizendo que não se quer extinguir e mostrou aos operadores jurídicos e à sociedade em geral que a Constituição não está suspensa e que quer ser o garante da Constituição. Deu ainda uma bofetada na cara aos constitucionalistas da velha guarda que fizeram pareceres referindo que os cortes não eram inconstitucionais.

(com Elsa Ferreira)

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Kim e Donald passaram do insulto à vontade mútua de fazer história. Bem-vindos à era das ilusões.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.