Suspensão dos cortes dos subsídios devia ser imediata, defende constitucionalista Bacelar Gouveia

| Política
Suspensão dos cortes dos subsídios devia ser imediata, defende constitucionalista Bacelar Gouveia

Em declarações à Antena 1 Bacelar Gouveia classifica como incompreensível a decisão do Tribunal Constitucional(TC) em declarar inconstitucional os cortes dos subsídios de férias e natal dos funcionários públicos e pensionistas, permitindo no entanto que esse corte vigore este ano e seja suspenso apenas em 2013.

O constitucionalista admite que o subsídio de férias já não fosse pago mas indica que o subsídio de natal devia ser pago e questiona: "se uma coisa é má, se uma medida é inconstitucional, sendo reconhecida ontem pelo TC, então o Tribunal não a aplica imediatamente e faz deixa dilatar no tempo os efeitos?".

Indignado, Bacelar Gouveia, observa que o Tribunal Constitucional deu uma prova de vida dizendo que não se quer extinguir e mostrou aos operadores jurídicos e à sociedade em geral que a Constituição não está suspensa e que quer ser o garante da Constituição. Deu ainda uma bofetada na cara aos constitucionalistas da velha guarda que fizeram pareceres referindo que os cortes não eram inconstitucionais.

(com Elsa Ferreira)

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.