André Silva estreia-se nos convocados do FC Porto para o União da Madeira

| FC Porto

A estreia de André Silva, avançado da equipa B, é o destaque nos convocados do FC Porto para o jogo de sábado com o União da Madeira, da nona jornada da I Liga de futebol.

Além da chamada de André Silva e do regresso do defesa Maxi Pereira, após cumprir castigo, o treinador espanhol Julen Lopetegui chamou ainda para a deslocação à Madeira o médio Sérgio Oliveira, o avançado Varela e o guarda-redes Raúl Gudiño.

Fora dos eleitos, em relação ao jogo com o Sporting de Braga (0-0), ficaram Cissokho, Brahimi, a recuperar de uma lesão contraída no jogo com os `arsenalistas`, e Osvaldo, com queixas de uma mialgia de esforço.

O argelino Brahimi ainda realizou esta manhã um teste físico para avaliar da possibilidade de poder viajar com a comitiva portista e integrar as opções de Julen Lopetegui, que, no entanto, se revelou negativo.

De acordo com a nota publicada no sítio dos `dragões`, no treino de hoje, Lopetegui não teve à disposição Maicon e Brahimi, que recuperam de lesões, tendo ambos efetuado tratamento e ginásio, e Osvaldo, que fez tratamento a uma mialgia na coxa direita.

O FC Porto, segundo classificado a dois pontos do líder Sporting, defronta, pelas 18:30 de sábado, o União da Madeira, 15.º com seis, em jogo da nona jornada a disputar no Estádio da Madeira e que terá arbitragem de Bruno Paixão, da Associação de Futebol de Setúbal.

Lista de 20 convocados:

- Guarda-redes: Helton, Casillas e Raúl Gudiño.

- Defesas: Maxi Pereira, Martins Indi, Marcano e Layún.

- Médios: André André, Imbula, Evandro, Herrera, Rúben Neves, Danilo e Sérgio Oliveira.

- Avançados: André Silva, Aboubakar, Bueno, Varela, Tello e Corona.

Tópicos:

Gaia, Layún Médios André André Imbula Evandro Herrera Rúben Neves Danilo Sérgio, Lopetegui, Raúl Gudiño Defesas Maxi, Sporting,

Pesquise por: Gaia, Layún Médios André André Imbula Evandro Herrera Rúben Neves Danilo Sérgio, Lopetegui, Raúl Gudiño Defesas Maxi, Sporting,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.