Campeão moçambicano é encontrado domingo entre Ferroviário de Maputo e Costa do Sol

| Futebol Internacional

O campeão nacional de futebol de Moçambique de 2015 será conhecido no domingo entre o Ferroviário de Maputo e o Costa do Sol, que à entrada da última jornada estão empatados na classificação, com 43 pontos.

O Ferroviário de Maputo vai defrontar o Ferroviário de Nampula no norte do país e o Costa do Sol vai viajar até à província de Gaza para jogar com Clube de Chibuto.

Apesar da igualdade pontual, o Ferroviário de Maputo, com 34 golos marcados e 19 sofridos, parte em vantagem para a última jornada, devido à diferença de golos (15, contra 10 do Costa do Sol (26 marcados e 16 sofriso).

O Costa do Sol, treinado pelo português Nelson Santos, não vence o Moçambola desde 2007 e o Ferroviário, que no início da época dispensou outro português, Vítor Pontes, e desde então é orientado por Caló, festejou o título pela última vez em 2009.

Na jornada do fim de semana também serão conhecidas as duas equipas que vão acompanhar o Ferroviário de Quelimane na despromoção à segunda divisão.

O 1.º de Maio de Quelimane, com 26 pontos, Clube Desportivo de Nacala, 27 pontos, e o histórico Desportivo de Maputo, 29 pontos, vão decidir a sua manutenção no maior escalão do futebol moçambicano.

Enquanto o 1.º de Maio de Quelimane vai defrontar fora o Clube Desportivo de Nacala, o Desportivo de Maputo recebe o HCB de Songo.

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.