Leonardo Jardim despedido do Olympiakos

| Futebol Internacional

Leonardo Jardim deixa clube no topo do campeonato
|

Tal como a Antena1 avançou em "primeira mão", o treinador português Leonardo Jardim foi hoje despedido do comando técnico do Olympiakos da Grécia. O clube já veio confirmar publicamente a informação.

Notícia Antena1

Trata-se de um caso único na Europa e no Mundo, pois o treinador foi dispensado sendo líder do campeonato e sem derrotas na mesma prova.

A equipa de Pireu ainda nem tinha sofrido qualquer golo neste ano de 2013 e lidera atualmente o campeonato grego com 10 pontos de vantagem.

O Olympiakos teve uma boa presença na fase de grupos da "champions" e é um adversário temível na Liga Europa.

Aparentemente, não há assim argumentos plausíveis para esta decisão dos responsáveis do clube, como nos conta o jornalista Alexandre Afonso (audio).

No site do clube, a informação foi, entretanto, divulgada e anucia "o fim da cooperação com o técnico Leonardo Jardim".

De acordo com a mesma nota, na partida de domingo, frente ao PAS Giannina, a equipa será dirigida por Nikopolidis Antonis.

Leonardo Jardim, que assumiu o comando da equipa no início da época, depois de ter saído do Sporting de Braga, deixa o Olympiakos no comando da liga grega, com 10 pontos de vantagem sobre o PAOK, segundo da classificação.

O Olympiakos, relegado da Liga dos Campeões para a Liga Europa, averbou 14 vitórias e três empates em jogos da liga, e está ainda envolvido na Taça da Grécia. 

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 260 episódios, o projeto chegou às mais diversas áreas: saúde, engenharias, astronomia, tecnologia, química, história, filosofia, desporto ou geografia.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.