José Peseiro garante Braga motivado e confiante para vencer Konyaspor

| Futebol Nacional

|

José Peseiro frisou hoje a importância de vencer os turcos do Konyaspor, na quinta-feira, para o Sporting de Braga continuar a alimentar hipóteses de seguir em frente na Liga Europa de futebol.

Com apenas um ponto em dois jogos (empate caseiro com o Gent, 1-1, e derrota na Ucrânia, por 2-0, com o Shakhtar Donetsk), os minhotos jogam na Turquia diante do último classificado do grupo H (sem pontos) e só a vitória interessa.

"Este é um jogo que queremos muito vencer, porque, vencendo, damos um passo que pode ser importante para o nosso objetivo, num grupo que não é fácil. Estamos muito motivados e confiantes", disse o técnico na conferência de imprensa de antevisão da partida, já na Turquia, citado pelo sítio oficial do clube.

José Peseiro desvalorizou os poucos golos fora que o Braga tem marcado na Liga Europa (apenas um nos últimos seis jogos).

"O futebol não é o passado, é o presente. Às vezes os avançados não marcam, mas permitem a outros marcar. Se calhar, jogadores que não faziam tantos golos estão a fazê-los agora. Tenho confiança neles e até acredito que sejam eles a fazer golos amanhã [quinta-feira]", afirmou.

Ao seu lado, o avançado Hassan preferiu destacar a importância do coletivo.

"Se vou marcar amanhã [quinta-feira]? Não sei. O que sei é que temos de dar tudo e tentar sair com a vitória. Quero ajudar a minha equipa a dar o máximo pela vitória", disse o jogador egípcio.

José Peseiro reiterou a ideia de que "importante é ganhar: para isso temos de ser melhores do que o Konyaspor nestes 90 minutos. Queremos olhar mais para nós e, como disse, estamos confiantes, os nossos jogadores sabem bem que é importante vencer para continuarmos na Liga Europa", disse.

O Konyaspor ainda não marcou qualquer golo (sofreu três que lhe valeram as duas derrotas), mas o técnico não espera facilidades por isso.

"Sendo uma equipa estreante na Europa, não nos condiciona o facto de serem últimos classificados, não pensamos em facilitismos nem em dificuldades exageradas, nunca entramos para um jogo com isso em mente", reforçou.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.