O Chaves não vai entrar derrotado frente ao Benfica

| Futebol Nacional

Legenda da Imagem
|

O treinador do Desportivo de Chaves, Jorge Simão, assumiu sexta-feira que o Benfica é favorito no jogo de sábado, da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol, mas assegurou que os transmontanos não vão entrar derrotados.

"O favoritismo está do lado de lá, reconhecemos superioridade ao Benfica, mas isso não invalida que entremos derrotados, até porque queremos ganhar o jogo e, se não for possível, somar pontos à nossa luta", afirmou durante a conferência de imprensa de antevisão ao encontro que, 18 anos depois, volta a colocar as duas equipas frente a frente.

O técnico do emblema 'azul-grená', promovido ao primeiro escalão, frisou que não há vencidos à partida, sendo um "teste" para as duas únicas equipas que ainda não têm derrotas no campeonato.

Questionado sobre se este é o melhor momento para receber o líder da I Liga, Jorge Simão considerou que qualquer momento é bom para defrontar o Benfica.

Jorge Simão frisou que as 'águias' vão criar "muitas dificuldades" ao conjunto de Trás-os-Montes, mas manifestou-se está preparado para as superar porque é a única maneira de conseguir somar pontos. "Queremos ganhar, não há outra forma de pensar", frisou.

Sobre as cinco baixas do Desportivo de Chaves, o técnico confessou que o seu nível de preocupação é zero porque tem opções válidas e é uma oportunidade para os jogadores que não tem jogado mostrar a sua qualidade.

Já sobre os jogadores ausente na equipa lisboeta, nomeadamente os avançados Jonas, Jiménez e Rafa, todos lesionados, Jorge Simão sustentou que tem "inúmeras soluções e de qualidade", por isso, não espera facilidades por esse prisma.

O Desportivo de Chaves recebe o Benfica no sábado, às 18:15, em jogo da sexta jornada da I Liga, arbitrado por Tiago Martins, da associação de Lisboa.

O emblema 'azul-grená' não perde em casa desde abril de 2015, depois da derrota por 2-1 frente ao Portimonense, em jogo da II Liga da época passada.

Artigos Relacionados

A informação mais vista

+ Em Foco

São relatos e provas perturbadores que abrem a possibilidade de Hugo Abreu e Dylan Araújo da Silva terem sido alvo de homicídio qualificado e omissão de auxílio no Exército.

    O processo de abertura digital de Cuba está a ser marcado pelo anúncio de um projeto que fará chegar o serviço de Wi-Fi ao Malecón, Havana, até ao final de 2016.

      O contrato do Benfica com a NOS pode ser revisto em alta, confirma o administrador financeiro da SAD, Domingos Soares de Oliveira, sem revelar o tipo nem o valor da majoração.

        Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Será emitida todas as segundas-feiras.