Foto: Reuters

Cocaína nos esgotos revela elevado consumo em Lisboa

Um estudo da Faculdade de Farmácia de Lisboa detetou uma presença de cocaína nas águas residuais da capital que mostra um elevado consumo desta droga na cidade, mais concretamente uma dose diária de 0,1 grama por 50 pessoas. Esta foi a primeira análise em Portugal à presença de metabolitos de cocaína nas águas residuais.

O Jornal de Notícias explica que a investigação foi feita por uma equipa coordenada por Álvaro Lopes, especialista em toxicologia forense, a partir de colheitas à entrada na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Alcântara e foi publicado há alguns dias na revista Science of the Total Environment da Elsevier. Esta ETAR recebe fezes e urina provenientes dos bares mais frequentados de Lisboa.

(com Sandra Henriques)

  • .Corrigir
  • .Leia-me
  • .Imprimir
  • .Enviar
  • .Partilhar
  • .Aumentar
  • .Diminuir