Jovens envolvidos em tragédia no Meco eram estudantes universitários

| País

Ainda não se sabe o que levou sete jovens à praia do Moinho de Baixo, no Meco, ao ínicio da madrugada, nem porque estavam tão perto da rebentação. Foram surpreendidos e arrastados por uma onda. Só um conseguiu na altura regressar à costa. Este jovem que deu o alerta, foi transportado para o Hospital Garcia de Orta, em Almada e já teve alta. Há informação de que os jovens eram estudantes universitários, alguns da Universidade Lusófona e teriam alugado uma casa, em Alfarim, no Meco. Uma equipa de psicólogos presta apoio aos familiares das vítimas. Força Aérea, Marinha, Proteção Civil e Bombeiros continuam à procura dos cinco desaparecidos, quatro raparigas e um rapaz.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um estudo recente demonstra que pescar abaixo dos 600 metros de profundidade pode trazer graves problemas no ecossistema marinho.

    Milhares de migrantes procuram refúgio na Europa em fuga da guerra e da instabilidade no Médio Oriente e África.

      A rádio pública completou 80 anos. Assinalámos a data com cinco entrevistas e outras cinco reportagens.

        Tire uma fotografia, escreva um e-mail com nome, local e descrição e envie para ferias@rtp.pt.