Foto: RTP

Trineto de Eça de Queiroz vence Prémio LeYa

Afonso Reis Cabral tem 24 anos e é o vencedor do prémio de 100 mil euros com o romance “O meu irmão”.

O autor sublinha as vivências para a escrita e ressalva “qualquer escritor tem que necessariamente escrever sobre o que sabe, por isso inspirei-me em alguns aspetos da minha biografia”.  
 
Manuel Alegre, que presidiu ao júri, esclarece que o livro retrata a relação entre dois irmãos, um deles com Síndrome de Down.  
 
Descendente de Eça de Queiroz, o autor, o mais jovem de sempre a vencer este prémio, prefere no entanto não atribuir o jeito para a escrita a uma questão “genética”.
 
Afonso Reis Cabral já tinha uma obra publicada antes desta distinção. Em 2005, lançou o livro “Condensação” com os poemas que escreveu até aos 15 anos.

  • .Corrigir
  • .Leia-me
  • .Imprimir
  • .Enviar
  • .Partilhar
  • .Aumentar
  • .Diminuir