Legia de Varsóvia cancela viagens organizadas de adeptos ao estrangeiro

| Liga dos Campeões

Legenda da Imagem
|

O Legia de Varsóvia suspendeu as viagens organizadas para os seus adeptos em deslocações ao estrangeiro, depois dos desacatos em Madrid, na terça-feira, anunciou hoje o clube polaco de futebol.

Um dia depois dos incidentes de que resultaram 13 detidos em Madrid, o porta-voz do clube, Sweryn Dmowski, explicou no Twitter que o Legia de Varsóvia tomou esta decisão de forma "unilateral e sem intervenção da UEFA".

Dmowski repudiou o comportamento dos adeptos que estiveram na capital espanhola, para assistir ao jogo com o Real Madrid, do grupo F da Liga dos Campeões, do qual também fazem parte o Sporting e a equipa alemã Borussia Dortmund.

A equipa de Cristiano Ronaldo venceu o campeão polaco por 5-1, num jogo em que o português não marcou, mas fez duas assistências.

Hoje, a polícia espanhola comunicou que deteve 13 adeptos polacos por incidentes antes e após o jogo com os 'merengues'.

A informação mais vista

+ Em Foco

A União Europeia está ameaçada e tem de voltar à sua génese para se fortalecer e recuperar influência na cena mundial. Ou arrisca-se a perder o comboio do desenvolvimento e a desmembrar-se em pouco tempo.

    Num contexto de retorno do medo ao Reino Unido, a diplomata britânica Kirsty Hayes aponta a importância de todos os habitantes de Londres estarem unidos.

    Foram mais de três horas de debate a cinco mas sem grandes novidades. Le Pen defendeu o fim da imigração. Macron foi atacado pelas ligações à banca.

    Estarão os nossos equipamentos comprometidos? O especialista em cibersegurança Pedro Queirós alerta para um problema "assustador".