Acção Democrática Independente vence em São Tomé e Príncipe

| Mundo

O partido de Patrice Trovoada venceu as eleições em São Tomé e Príncipe
|

O partido do antigo primeiro-ministro, Patrice Trovoada, venceu as eleições legislativas em São Tomé em Príncipe. A Acção Democrática Independente (ADI), partido na oposição, obteve 26 deputados, mais cinco que o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe (MLSTP-PSD) que ficou em segundo lugar, anunciou o presidente da Comissão Nacional de Eleições (CEN).

A informação oficial avançada hoje por José Carlos Barreiros, presidente da CEN, dá conta da vitória nas eleições legislativas deste domingo, em São Tomé e Príncipe, da ADI ao obter 26 deputados, enquanto o MLSTP-PSD, vencedor das eleições autárquicas realizadas há uma semana, alcançou apenas 21 lugares na Assembleia Legislativa.

No terceiro lugar ficou o Partido da Convergência Democrática (PCD), com sete lugares, tendo o último deputado sido atribuído ao Movimento Democrático Força da Mudança (MDFM-PL), do Presidente da República Fradique de Menezes.

Face a estes resultados a coligação actualmente no governo, MLSTP-PSD e PCD somam 28 deputados, suficientes para a maioria parlamentar de 55 lugares.

As eleições legislativas de ontem foram disputadas por oito partidos e uma coligação, com 78.796 eleitores inscritos, tendo a ADI registado o maior o maior crescimento de representatividade no Parlamento entre 2006 e 2010, passando de 11 para 26 lugares. 

Presidente indigita Trovoada

O Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Fradique de Menezes, já manifestou sua inteira disponibilidade para indigitar Patrice Trovoada, líder da Ação Democrática Independente (ADI), como futuro primeiro ministro.

Fradique de Menezes sublinhou por várias vezes a necessidade de se respeitar a vontade do povo, embora reconheça que Patrice Trovoada terá de fazer "alguns expedientes" para formar governo.

"Eu tenho todas as condições, e ainda por cima recebeu agora o plebiscito do povo são-tomense para ocupar esse lugar, pelo que o Presidente da República não faz outra coisa que seguir aquilo que está claramente fixado pela constituição", referiu Fradique de Menezes.

Trovoada disponível

Por sua vez o líder da Acção Democrática Independente, Patrice Trovoada, já disse estar disponível e pronto para ser primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, e reafirmou que a sua vitória nas legislativas de domingo representa o "desejo de mudança" dos são-tomenses.

Patrice Trovoada considerou que a "mensagem de mudança passou" e, dirigindo-se a todos os que votaram no seu partido, garantiu que a ADI "não vai decepcioná-los", desafiando os outros partidos políticos a deixarem de parte os "interesses pessoais".

"Com a ajuda de todos vamos levar São Tomé e Príncipe para melhor", acrescentou.

Tópicos:

Acção Democrática Independente (ADI), José Carlos Barreiros, Patrice Trovoada, São Tomé e Príncipe,

A informação mais vista

+ Em Foco

A 15 de outubro de 2017, uma vaga de incêndios fez 50 mortos e dezenas de feridos. Reunimos aqui um conjunto de reportagens elaboradas um ano depois da catástrofe.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

        O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.