Austrália aprova lei para alargar tempo de prisao de terroristas de alto risco

| Mundo

O Parlamento australiano aprovou uma lei que vai permitir manter na prisão os terroristas considerados de alto risco depois de terem cumprido a sua pena.

"O plano é uma resposta necessária perante a ameaça grave que representa o terrorimo para a Austrália e o seu povo", disse o ministro da Justiça, Michael Keenan, antes da aprovação da nova lei na noite de quinta-feira.

O regime de detenção contínua, que foi apoiado pela oposição trabalhista, tem um período de até dez anos.

A Austrália elevou a "alto" o seu alerta terrorista em setembro de 2014 e desde então reforçou a segurança e aprovou uma série de leis antiterroristas para evitar que se produzam atentados no seu solo, que tem sido cenário de ataques isolados.

O atual alerta "provável", vigente desde novembro de 2015, foi justificado com base na informação "credível" dos serviços secretos que indica que um grupo de pessoas tem intenção e capacidade de levar a cabo um ato terrorista na Austrália.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

      Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.