Cerca de 48% dos israelitas apoia a reeleição de Netanyahu

| Mundo

Cerca de 48 por cento dos israelitas apoia a reeleição do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, nas legislativas antecipadas, revela uma sondagem hoje divulgada pelo jornal "Haaretz".

Netanyahu está, assim, muito à frente de Shelly Yacimovich, chefe do partido trabalhista, que conta apenas com 15 por cento das preferências dos eleitores.

Avigdor Lieberman, ministro dos Negócios Estrangeiros e chefe do partido Israel-Beiteinou (direita nacionalista), surge como o terceiro favorito dos israelitas para assumir a liderança do Governo, com nove por cento das intenções de voto, e Shaul Mofaz, líder do partido centrista Kadima, com seis por cento.

Nesta sondagem, realizada pelo Instituto Camille Fuchs junto de 513 pessoas representativas da população adulta de Israel e com uma margem de erro de 4,3 por cento, 22 por cento dos inquiridos disseram não ter opinião.

A coligação de direita liderada por Netanyahu apresentou na quarta-feira uma moção de dissolução do Parlamento, que será discutida na segunda-feira, tendo em vista a convocação de eleições legislativas antecipadas, possivelmente para 04 de setembro.

O líder da maioria parlamentar, Zeey Elkin, disse hoje, em declarações à rádio pública de Israel, que Netanyahu vai fixar a data definitiva das eleições no próximo domingo.

Tópicos:

Israel,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.