Congolês Bosco Ntaganda transferido para centro de detenção do TPI em Haia

| Mundo

O congolês Bosco Ntaganda, suspeito de crimes de guerra, chegou sexta-feira ao centro de detenção do Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia, proveniente de Kigali, Ruanda, disse hoje fonte da instituição.

"Bosco Ntaganda chegou ao centro de detenção do TPI", informou a instituição, através da rede social Twitter.

Ntaganda era procurado por crimes de guerra e crimes contra a humanidade, alegadamente cometidos durante os seus anos de `senhor da guerra` na parte leste da República Democrática do Congo.

Tópicos:

Democrática, TPI,

A informação mais vista

+ Em Foco

Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos exigem uma investigação rigorosa.

A morte do advogado foi conhecida há dois anos, no Natal, mas existem vários indícios de que a possa ter simulado.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.