Europa e a Rússia aterram nave em Marte

| Mundo
Europa e a Rússia aterram nave em Marte

A ver: Europa e a Rússia aterram nave em Marte

O módulo chegou ao Planeta Vermelho, mas não se sabe ainda se está inteiro.

O nervosismo reina e reinou, é inerente a qualquer grande missão. Na sala de controlo da Agência Espacial Europeia, na Alemanha, os cientistas são como pais à porta da maternidade, até no momento do nascimento.

Há boas notícias sobre a sonda Trace Gas Orbiter - está na órbita de Marte! Pelas 4 h da tarde, hora portuguesa, chegava a confirmação de que o módulo Schiaparelli entrava na atmosfera marciana, a uma velocidade de 21 mil kms por hora.

Tudo indica que aterrou, resta saber se em boas condições. Perdeu-se o sinal do Schiaparelli, a esperança reside agora nos dados do Orbiter da NASA.

A sua missão é de peso. Se tudo correr como o previsto nos próximos dias, vai fazer medições sobre a temperatura, a pressão, e o vento em Marte.

Alimentado por baterias, tem um tempo máximo de vida de uma semana. Mas os cientistas da ESA acreditam que será o tempo suficiente.

Esta é a primeira etapa da missão Exomars, desenvolvida pela Agência Espacial Europeia e pela Rússia. Nos próximos quatro anos, outras se seguirão sempre com o objectivo de tentar saber o que há, ou houve, com vida no planeta vermelho.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.