Hillary Clinton gostava de ver um dia uma mulher na presidência dos EUA

| Mundo

A Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, garantiu hoje não pretender voltar a candidatar-se à presidência dos EUA, mas manifestou o desejo de ver um dia uma mulher a chegar à Casa Branca.

Ao observar que o processo político nos Estados Unidos é difícil e muito dependente da angariação de fundos, Clinton considera, por isso, difícil chegar à presidência, mas disse acreditar que, mesmo assim, um dia uma mulher conseguirá a eleição como presidente.

Quando questionada sobre as suas intenções políticas, durante um evento em Calcutá, na Índia, Clinton disse não pretender voltar a candidatar-se à presidência dos EUA, mas que deseja apenas voltar a "respirar fundo".

Tópicos:

Calcutá,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.