Ianoukovitch anuncia que não se candidata às eleições "ilegais" de maio

| Mundo
Ianoukovitch anuncia que não se candidata às eleições ilegais de maio

Foto: Gleb Garanich/Reuters

O presidente ucraniano deposto, Viktor Ianoukovitch, anunciou esta tarde que não se candidata às eleições presidenciais de 25 de maio por considerar que são ilegais. Ianoukovitch apoia as forças separatistas da Crimeia que ocuparam o Parlamento e dois aeroportos e continua a considerar-se o presidente legítimo da Ucrânia.

Numa conferência de imprensa em Rostov do Don, no sul da Rússia, Ianoukovitch explicou que ainda não se encontrou pessoalmente com o presidente russo e só falaram ao telefone, mas esse encontro vai acontecer. O presidente ucraniano deposto prometeu ainda voltar para a Ucrânia quando tiver condições de segurança, embora sublinhe que não tenciona pedir apoio militar à Rússia.

(com Sandra Henriques)

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.