Lampedusa, o cemitério dos sonhos

| Mundo
Lampedusa, o cemitério dos sonhos

A ver: Lampedusa, o cemitério dos sonhos

Nos últimos 15 anos, mais de 20 mil pessoas perderam a vida em Lampedusa, a tentar chegar à Europa. São homens, mulheres e até crianças que abandonam os seus países à procura de um futuro. A maior parte não sabe ao que vem mas embarca na esperança de encontrar alguma coisa melhor do que aquilo que ficou para trás. Mas muitos dos barcos acabam por naufragar, num drama humanitário que levou uma equipa do "Sexta às 9" até Lampedusa, a ilha italiana que se transformou num verdadeiro cemitério de sonhos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.