Nobel da Paz 2013 para Organização de Proibição de Armas Químicas

| Mundo

|

O prémio Nobel da Paz de 2013 foi hoje atribuído à Organização para a Proibição de Armas Químicas. A organização com sede em Haia, ficou recentemente em destaque depois de ter sido encarregada pelo Conselho de Segurança da ONU de destruir o arsenal químico da Síria.

Pouco conhecida do grande público, a OPAQ foi fundada em 1997 para colocar em prática a Convenção Internacional para a Proibição de Armas Químicas, assinada a 13 de janeiro de 1993.

O trabalho da organização ganhou destaque recentemente, depois de a mesma ter sido encarregada por uma resolução do Conselho de Segurança de supervisionar o desmantelamento do importante arsenal químico da Síria. Uma tarefa que deverá estar completada a 30 de junho do próximo ano.

O anúncio oficial do prémio foi feito em Oslo quando eram 10 da manhã em Portugal Continental mas a noticia já tinha sido avançada, mais de uma hora antes, pela televisão pública norueguesa NRK.

Tópicos:

, Organização para a Interdição de Armas Químicas, Nobel da Paz,

A informação mais vista

+ Em Foco

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Rosa Luxemburgo, "uma das melhores cabeças do socialismo internacional", foi assassinada há 100 anos.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.