Supremo publica listas definitivas para as eleições gerais na Guiné-Bissau

| Mundo

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) da Guiné-Bissau publicou hoje as listas definitivas de candidatos às eleições presidenciais e legislativas de 13 de abril, confirmando os "chumbos" anunciados no sábado.

O STJ tinha encontrado falhas nos processos de oito candidaturas presidenciais e nas listas de sete partidos que pretendiam concorrer às eleições legislativas e nada mudou após o período de reclamações de 48 horas - que terminou na segunda-feira, às 14:00.

Depois da afixação das listas definitivas à porta do STJ, será feito nos próximos dias o sorteio da ordem das candidaturas nos boletins de voto, após o qual serão impressos.

Há 13 candidatos presidenciais e 15 partidos à conquista de lugares na Assembleia Nacional Popular.

A campanha eleitoral arranca no sábado, 22 de março.

Lista definitiva de candidaturas presidenciais:

- Abel Incada (PRS) - empresário da construção civil

- Afonso Té (PRID) - militar na reserva e atual conselheiro do primeiro-ministro de transição na área da segurança

- Arregado Mantenque Té (PT) - emigrante guineense em Portugal e França

- Cirilo de Oliveira (PS) - antigo emigrante em Franca e um veterano do Partido Socialista da Guiné-Bissau

- Domingos Quadé (independente) - largou a presidência da ordem dos advogados para ser candidato

- Hélder Vaz Lopes (RGB) - antigo ministro e diretor-geral da CPLP

- Ibraima Sori Djaló (PRN) - atual presidente do Parlamento, candidata-se depois o seu partido (PRS) ter escolhido outro candidato

- Jorge Malú (independente) - antigo presidente do Parlamento, candidatura que deriva do PRS

- José Mário Vaz (PAIGC) - ex-ministro das Finanças do Governo deposto pelo golpe militar de abril de 2012

- Luís Nancassá (independente) - presidente do Sindicato Nacional dos Professores (SINAPROF)

- Mamadu Iaiá Djaló (PND) - antigo ministro dos Negócios Estrangeiros e ex-diretor-geral do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS)

- Nuno Gomes Nabiam (independente) - presidente do Conselho de Administração da Agencia da Aviação Civil e é um pretendido pelo antigo presidente guineense, Kumba Ialá.

- Paulo Gomes (independente) - ex-administrador do Banco Mundial para 24 países da Africa subsariana

Lista definitiva de partidos concorrentes às eleições legislativas:

- PAIGC - Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde

- PRS - Partido da Renovação Social

- PND - Partido da Nova Democracia

- PUSD - Partido Unido Social Democracia

- PT - Partido dos Trabalhadores

- UM - União para mudança

- PRID - Partido Republicano da Independência para o Desenvolvimento

- PCD - Partido da Convergência Democrática

- MP - Manifesto do Povo

- UPG - União Patriótica Guineense

- PRN - Partido da Reconciliação Nacional

- PS-GB - Partido socialista da Guiné-Bissau

- PSD - Partido Social Democrata

- FDS - Frente Democrática Social

- RGB - Resistência Guiné-Bissau

Tópicos:

Africano Independência, Agencia, Convergência Democrática, Democrata FDS Democrática, Guiné Bissau Domingos Quadé, Malú, Nabiam, Nancassá, Previdência, Reação, Reconciliação, Republicano,

A informação mais vista

+ Em Foco

O vinho e o queijo, a simpatia dos portugueses e o bom tempo. A ainda embaixatriz dos EUA só tem um defeito a apontar: a forma como os portugueses lidam com os erros. Kim Sawyer conta a sua história de vida à RTP.

    Em entrevista à Antena 1, o eurodeputado considera que a estabilidade pode ser minada pela polémica da TSU.

    Amir Ashour é o primeiro iraquiano a dar a cara pelos direitos gay no seu país. Em segurança na Suécia, revela à RTP episódios de tortura e de rejeição.

      O antigo Presidente da República morreu aos 92 anos. Recordamos aqui os principais momentos de uma figura incontornável da História de Portugal.