Tensão político-militar na Crimeia deixa Rússia e Ucrânia à beira da guerra

| Mundo
Tensão político-militar na Crimeia deixa Rússia e Ucrânia à beira da guerra

A ver: Tensão político-militar na Crimeia deixa Rússia e Ucrânia à beira da guerra

Foto: Baz Ratner, Reuters

Depois de a câmara alta do Parlamento de Moscovo ter autorizado o reforço do contingente militar russo da Crimeia, as autoridades interinas de Kiev decidiram colocar as Forças Armadas ucranianas em alerta de combate. O novo poder político da Ucrânia avisa mesmo que qualquer intervenção armada da Rússia na península autónoma levará a uma guerra entre os dois países. Perante este quadro, sucedem-se os apelos internacionais para que o Kremlin respeite a soberania do país vizinho.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP disponibiliza agora uma nova aplicação: apresenta as notícias do dia em texto, vídeo e áudio, alertas de última hora e as emissões da RTP3 e Antena 1.

É difícil fixar uma ordem de importância, porque o novo Presidente dos EUA tem o condão de transformar qualquer questão menor numa autêntica bomba atómica.

Em dez anos, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado 18 vezes em casos de liberdade de expressão.

    Londres é o grande centro financeiro para negócios internacionais e comércio da Europa e um dos principais centros de liderança da economia global. Corre o risco de ser desmantelada.