Fognini elimina Nadal e disputa com Lajovic a final em Monte Carlo

| Outras Modalidades

|

O tenista italiano Fabio Fognini eliminou o espanhol Rafael Nadal, número dois mundial, nas meias-finais do torneio Masters 1.000 de Monte Carlo, marcando encontro na final com o sérvio Dusan Lajovic, que afastou o russo Daniil Medvedev.

Fognini, número 18 no ranking da ATP, ‘despachou’ Nadal em uma hora e 37 minutos, ganhando por 6-2 e 6-4 e juntando o espanhol à lista de ‘notáveis’ que deixou pelo caminho no torneio monegasco em terra batida, uma vez que também já tinha afastado o alemão Alexander Zverev, terceiro cabeça de série, nos oitavos de final.

Após a vitória sobre o segundo cabeça de série da prova, o tenista italiano vai disputar a 19.ª final de singulares da carreira, na qual procura conquistar o nono título, menos de um ano depois de ter vencido o ATP 250 de Los Cabos, no México, em agosto de 2018.

Fognini, 13.º pré-designado, vai defrontar no encontro decisivo Lajovic, 48.º jogador mundial, que brilhou na outra meia-final, ao afastar Medvedev, 14.º da hierarquia da ATP e 10.º favorito em Monte Carlo.

O sérvio precisou de uma hora e 36 minutos para bater o russo - que nos quartos de final tinha batido o sérvio Novak Djokovic, primeiro cabeça de série e líder do ranking mundial -, pelos parciais de 7-5 e 6-1, conseguindo alcançar a primeira final de singulares da carreira.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.