Lenine Cunha conquista ouro nos Mundiais de atletismo paralímpico

| Outras Modalidades

Legenda da Imagem
|

O atleta português Lenine Cunha conquistou hoje a medalha de ouro no triplo salto F20 (deficiência intelectual) nos Mundiais de atletismo do Comité Paralímpico Internacional (IPC), que decorrem em Doha, no Qatar.

Lenine Cunha, que há dias terminou na quarta posição a final do salto em comprimento, arrecadou o ouro com a marca de 14,16 metros, a sua melhor marca pessoal.

O grego Evangelos Kabavos (13,50) e o holandês Ranki Obenoi (13,48) arrecadaram as medalhas de prata e bronze, respetivamente.

Esta foi a segunda medalha conquistada por atletas portugueseses, depois do ouro onseguido por Luís Gonçalves na prova dos 400 metros T12 (deficiência visual).

Portugal está representado nos Mundiais de atletismo IPC, que terminam sabado, por 23 atletas.

Tópicos:

Comité Paralímpico, Doha, Ranki Obenoi,

Pesquise por: Comité Paralímpico, Doha, Ranki Obenoi,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.