Portugal goleia França

| Hóquei

Festa do golo, por sete vezes, frente à França
|

A Seleção Nacional ganhava, ao intervalo, por 6-0, e acabou a partida com uma vitória por 7-3

Ricardo Barreiros, Helder Nunes, João Rodrigues, Diogo Rafael, Reinaldo Ventura e Valter Neves adiantaram Portugal no marcador.

No reatamento, o sétimo golo português, pelo estreante Helder Nunes, parece ter adormecido a equipa, com a França a fazer três golos, dois de livre direto.

Marcadores:

0-1: Ricardo Barreiros, 5 minutos.

0-2, Reinaldo Ventura, 7.

0-3, Jorge Silva, 10.

0-4, Ricardo Barreiros, 12.

0-5, Diogo Rafael, 13.

0-6, João Rodrigues, 17.

0-7, Hélder Nunes, 22.

1-7, Anthony Weber, 35.

2-7, Cirilo Garcia, 37.

3-7, Cirilo Garcia, 39.

Com arbitragem de Lars Niestroy (Ale) e Alessandro Da Prato (Ita), as equipas alinharam e marcaram:

- Portugal: Ricardo Silva, Valter Neves, Ricardo Barreiros (2), Jorge Silva (1) e Reinaldo Ventura (1) . Jogaram ainda: Diogo Rafael (1),Gonçalo Suíssas, João Rodrigues (1), Hélder Nunes (1), Diogo Almeida.

- França: Olivier Gelebart, Anthony Weber (1), Cirilo Garcia (2), Kevin Guilbert e Omar Nedder. Jogaram ainda: Loic Le Menn, Nicolas Guilbert, Florent David, Xavier Tanguy, Corentin Le Polodec.

Assistência: Cerca de 1.700 espectadores.


 

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

      Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

        A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.