Administração do Hospital São João entrega pedido de renúncia

por RTP

A administração do Hospital de São João renunciou. A RTP sabe que na origem do pedido de saída imediata está o desagrado com as cativações do Ministério das Finanças.

Em causa está também a permanente falta de recursos humanos e técnicos e a degradação das condições de trabalho.

A agravar esta situação, o modo como o Ministério da Saúde tem lidado com as consecutivas greves que deixaram reféns os hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

A RTP confirmou ainda que o presidente da Administração Central do Sistema de Saúde, José Carlos Caiado, pediu a demissão em outubro e deveria ter sido substituído a 30 de novembro, o que não aconteceu, estando esta instituição sem presidente já desde dezembro.

Por último, o presidente e o vice-presidente da Administração Regional de Saúde do Norte pediram também a renúncia logo a seguir à nomeação da ministra da Saúde, Marta Temido, não tendo até agora sido substituídos.

A RTP tentou uma reação da tutela mas até agora sem resposta.
Tópicos