Agência Espacial Portuguesa pode avançar em 2017

| País
Agência Espacial Portuguesa pode avançar em 2017

A ver: Agência Espacial Portuguesa pode avançar em 2017

Portugal pode criar uma agência espacial no próximo ano. "Temos que entrar no desafio. Outros países pequenos, como o Luxamburgo também o estão a fazer. Vamos trabalhar neste sentido não apenas com a ESA mas também com as empresas nacionais", afirmou no Jornal 2 Manuel Heitor, o ministro da Ciência e Ensino Superior que está na Suiça na reunião ministerial da Agência Espacial Europeia. Para já a aposta é no reforço da participação do pais na ESA.

Portugal propõe-se aumentar, em 30 milhões e meio de euros, a sua contribuição financeira para ESA, nos próximos seis anos.

Objetivo: Reforçar a participação de empresas e instituições nacionais em programas na área do espaço.

No Jornal 2 Manuel Heitor garante que "estamos acelerar a construção do futuro depois de nos últimos 15 anos termos aprendido com a nossa ligação à ESA. Hoje temos a capacidade cientifica para dar um passo em frente e é isso que estamos a fazer".

Portugal é membro da ESA desde 14 de novembro de 2000. Esta quinta e sexta-feira, em Lucerna, na Suíça, o conselho de ministros da organização decide o futuro.

Em conjunto com a NASA, a Agência Espacial Europeia é um dos parceiros estratégicos do Air Center Açores. Na Bases das Lajes um consórcio de 13 países (Brasil, EUA, Marrocos ou África do Sul incluídos num grupo que também tem a França, a Espanha, Itália ou a Alemanha) avança para a criação de um porto espacial destinado à próxima geração de lançadores de micro satélites.

"Há neste momento seis ou sete propostas para a construção de novos lançadores na Europa. As oportunidades para o desenvolvimento tecnológico, e para a criação de novos empregos são muitas. Portugal, com os Açores, apresenta um posicionamento único", garante o ministro que lembra que "estamos entre os melhores e temos que competir com eles".

Na área do espaço toda a atividade de empresas, universidades e fundações é atualmente coordenado em Portugal pelo Gabinete do Espaço da Fundação para a Ciência e Tecnologia. No próximo ano tudo pode mudar de forma radical. A Agência Espacial Portuguesa pode finalmente ver a luz do dia.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP disponibiliza agora uma nova aplicação: apresenta as notícias do dia em texto, vídeo e áudio, alertas de última hora e as emissões da RTP3 e Antena 1.

Em dez anos, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado 18 vezes em casos de liberdade de expressão.

    Londres é o grande centro financeiro para negócios internacionais e comércio da Europa e um dos principais centros de liderança da economia global. Corre o risco de ser desmantelada.

      É difícil eleger a ordem de importância dos assuntos que fizeram a agenda deste mês de Administração Trump, porque o novo presidente americano tem esse condão de transformar qualquer questão menor numa autêntica bomba atómica.