Assunção Esteves apela aos jornalistas para respeitarem "direitos fundamentais" e não filmarem ou fotografarem computadores dos deputados

| País

A presidente da Assembleia da República lembrou hoje os jornalistas que trabalham no Parlamento que estão "vinculados aos direitos fundamentais", na sequência de "queixas" de deputados por lhes terem sido fotografados e filmados os ecrãs dos computadores.

"Os computadores têm um domínio de reserva privada e os jornalistas estão, como todos nós, vinculados aos direitos fundamentais. Esperamos que estes processos não se repitam. Faremos tudo para que estes direitos fundamentais sejam lá fora e aqui garantidos", disse Assunção de Esteves, no plenário dos deputados, explicando que a Mesa recebeu ao longo da sessão plenária de hoje queixas de "vários" deputados.

A presidente do Assembleia da República lembrou ainda que os jornalistas gozam de uma "liberdade de circulação que é até relativamente inédita em relação a outros parlamentos", mas que devem ser respeitados os direitos dos deputados.

Assunção Esteves foi estrondosamente aplaudida por todos os deputados quando fez esta intervenção.

Tópicos:

Assunção,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.