Discurso de Paulo Portas "sem surpresas", Aguiar-Branco

| País

O vice-presidente do PSD, Aguiar-Branco, afirmou hoje que o discurso de Paulo Portas no encerramento do XXIII Congresso do CDS/PP não trouxe surpresas e que algumas medidas apresentadas já tinham sido propostas pelos sociais-democratas.

"Não houve surpresas" (...) no discurso de Paulo Portas, "há o reconhecimento de que a alternativa ao Governo é o PSD", afirmou o vice-presidente do PSD após ter ouvido o discurso de Paulo Portas.

Aguiar-Branco disse que relativamente a algumas medidas apresentadas "o próprio PSD já as apresentou na discussão do Orçamento o que significa que a alternativa passa por aí (pelo PSD)".

Relativamente à possibilidade de coligações nos próximos actos eleitorais, José Pedro Aguiar-Branco disse que "o PSD sempre afirmou que em termos legislativos irá concorrer sozinho, tem a sua estratégia própria, e em termos de autárquicas haverá coligações onde sirvam melhor os interesses locais".

Em relação à Câmara de Lisboa, "a seu tempo será avaliada" qual a solução que irá ao encontro dos interesses da população de Lisboa, concluiu.

ZO.


A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistado no 360, da RTP3, o ministro das Finanças quis sublinhar que o seu cargo governativo não é exclusivo e pode ser compatível com a presidência do Eurogrupo.

Há muitas perguntas no caminho e muitas respostas que só o caminho pode dar. Pela Última Vez - Histórias sobre o fim que não acaba é o título de uma grande reportagem de Isabel Meira para a rádio pública.

Um atentado suicida em Manchester provocou 22 mortos e dezenas de feridos. A explosão decorreu no final de um concerto da digressão de Ariana Grande Dangerous Woman Tour.

    Um dos mais famosos discos dos Beatles faz agora 50 anos. O histórico álbum "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" regressou às lojas com várias edições especiais.