Discurso de Paulo Portas "sem surpresas", Aguiar-Branco

| País

O vice-presidente do PSD, Aguiar-Branco, afirmou hoje que o discurso de Paulo Portas no encerramento do XXIII Congresso do CDS/PP não trouxe surpresas e que algumas medidas apresentadas já tinham sido propostas pelos sociais-democratas.

"Não houve surpresas" (...) no discurso de Paulo Portas, "há o reconhecimento de que a alternativa ao Governo é o PSD", afirmou o vice-presidente do PSD após ter ouvido o discurso de Paulo Portas.

Aguiar-Branco disse que relativamente a algumas medidas apresentadas "o próprio PSD já as apresentou na discussão do Orçamento o que significa que a alternativa passa por aí (pelo PSD)".

Relativamente à possibilidade de coligações nos próximos actos eleitorais, José Pedro Aguiar-Branco disse que "o PSD sempre afirmou que em termos legislativos irá concorrer sozinho, tem a sua estratégia própria, e em termos de autárquicas haverá coligações onde sirvam melhor os interesses locais".

Em relação à Câmara de Lisboa, "a seu tempo será avaliada" qual a solução que irá ao encontro dos interesses da população de Lisboa, concluiu.

ZO.


A informação mais vista

+ Em Foco

Parmjit Singh confessa que não percebe por que razão foi detido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras depois de ter exibido o titulo de refugiado.

Um grupo de astrónomos disse ter conseguido ouvir e gravar o som de dois buracos negros a colidirem a mil milhões de anos-luz de distância, produzindo ondas gravitacionais.

    A Antena1 e o site da RTP visitam Melo, no concelho de Gouveia. Reportagem multimédia, entrevistas com especialistas e as palavras de Vergílio Ferreira nos arquivos da Antena 1 e da RTP.

      A 9 de Março de 2016 completam-se 100 anos sobre o início da beligerância portuguesa. Uma data que a RTP começa desde já a assinalar.