Dois militares portugueses feridos sem gravidade no Afeganistão

| País

Dois militares portugueses sofreram ferimentos ligeiros durante o treino de tiro de manutenção da força estacionada em Cabul, no Afeganistão, informou o gabinete de relações públicas do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA).

Em comunicado, o EMGFA refere que o acidente, ocorrido com uma metralhadora pesada Browning, provocou ferimentos ligeiros nos membros inferiores de dois militares portugueses estacionados em Cabul.

Os ferimentos foram provocados por estilhaços que atingiram um dos membros inferiores de um primeiro sargento e os membros inferiores de um soldado, que receberam tratamento médico no Hospital Militar Alemão, situado no aquartelamento de Camp Warehouse, onde se encontra a companhia de comandos.

Os militares feridos, que estão a ser acompanhados por enfermeiros portugueses do destacamento nacional, já contactaram directamente com os familiares para as tranquilizarem, acrescenta o comunicado do EMGFA.

O acidente ocorreu no Centro de Treino Multinacional de Cabul, local de treino regular e onde na altura se encontravam 40 militares a treinar.


A informação mais vista

+ Em Foco

Falta apenas uma semana para as eleicões gerais em Angola. Apesar da crise que afeta o país, os preços imobiliários em Luanda fazem da capital angolana a cidade mais cara do mundo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.