Estudo revela disparidades no sucesso dos alunos face à escolaridade das mães

| País

A percentagem de sucesso dos alunos cujas mães têm uma licenciatura ou bacharelato é de 80%, um indicador que baixa para 26% quando a escolaridade das mães equivale ao 4.º ano, segundo um estudo hoje divulgado.

O estudo, publicado pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, incide no 2.º Ciclo e revela que em Portugal há "uma relação muito forte" entre o desempenho escolar dos alunos e o meio socioeconómico dos agregados familiares.

"Entre os alunos cujas mães têm licenciatura ou bacharelato, a percentagem de `percursos de Sucesso´ no 2.º ciclo é de 80%, enquanto entre os alunos cujas mães têm habilitação escolar mais baixa, equivalente ao 4.º ano, a mesma percentagem é de apenas 26%", lê-se no documento hoje divulgado pelo Ministério da Educação.

Os autores do trabalho notam que esta disparidade de resultados é "muito acentuada", especialmente tendo em atenção que uma das funções do ensino público é "nivelar as oportunidades entre os alunos de diversas origens".

Defendem, porém, que o nível socioeconómico "não equivale a destino", ou seja, não determina de forma inapelável o desempenho escolar dos alunos.

"Prova disso é o facto de os alunos de certas regiões do país com indicadores socioeconómicos desfavoráveis, como Braga ou Viseu, terem desempenhos no 2.º ciclo francamente superiores à média nacional", assinala-se no documento.

Em média, os alunos do distrito de Braga cujas mães têm habilitação baixa, equivalente ao 6.º ano, têm um desempenho escolar no 2.º ciclo superior aos alunos do distrito de Setúbal cujas mães têm como habilitação o 12.º ano completo", indicam os autores do trabalho, sugerindo uma investigação mais aprofundada destes fatores.

Considera-se um aluno com "percurso de sucesso" no 2.º ciclo aquele que obteve positiva nas duas provas

finais do 6.º ano de 2014/15 (Português e Matemática) após um percurso sem retenções no 5.º ano.

Os dados usados foram reportados pelas escolas e dizem respeito aos alunos do ensino público regular que entraram para o 5.º ano de escolaridade em 2013/14.

Tópicos:

Sucesso´,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP disponibiliza agora uma nova aplicação: apresenta as notícias do dia em texto, vídeo e áudio, alertas de última hora e as emissões da RTP3 e Antena 1.

Em dez anos, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado 18 vezes em casos de liberdade de expressão.

    Londres é o grande centro financeiro para negócios internacionais e comércio da Europa e um dos principais centros de liderança da economia global. Corre o risco de ser desmantelada.

      É difícil eleger a ordem de importância dos assuntos que fizeram a agenda deste mês de Administração Trump, porque o novo presidente americano tem esse condão de transformar qualquer questão menor numa autêntica bomba atómica.