Farmacêuticos poupam saúde financeira dos utentes e do Estado

| País
Farmacêuticos poupam saúde financeira dos utentes e do Estado

Foto: Pedro A. Pina - RTP

O Estado economiza cerca de 880 milhões de euros, por ano, graças á intervenção dos técnicos de farmácia junto dos utentes que a eles recorrem.

Dados esta sexta-feira revelados pela Ordem dos farmacêuticos divulgam que o Estado português poupa cerca de 880 milhões de euros devido a intervenção dos técnicos de farmácia junto dos utentes, na altura da aquisição de medicamentos.

A conclusão é apresentada num estudo que a Ordem dos Farmacêuticos mandou elaborar, junto das farmácias, que demonstra a importância do papel do farmacêutico, até para as contas estatais.

Um dos dados apresentados neste relatório refere mesmo que sem o papel do farmacêutico, os portugueses teriam que pagar em média mais 5,6 por cento em gastos com a saúde.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.