Farmacêuticos poupam saúde financeira dos utentes e do Estado

| País
Farmacêuticos poupam saúde financeira dos utentes e do Estado

Foto: Pedro A. Pina - RTP

O Estado economiza cerca de 880 milhões de euros, por ano, graças á intervenção dos técnicos de farmácia junto dos utentes que a eles recorrem.

Dados esta sexta-feira revelados pela Ordem dos farmacêuticos divulgam que o Estado português poupa cerca de 880 milhões de euros devido a intervenção dos técnicos de farmácia junto dos utentes, na altura da aquisição de medicamentos.

A conclusão é apresentada num estudo que a Ordem dos Farmacêuticos mandou elaborar, junto das farmácias, que demonstra a importância do papel do farmacêutico, até para as contas estatais.

Um dos dados apresentados neste relatório refere mesmo que sem o papel do farmacêutico, os portugueses teriam que pagar em média mais 5,6 por cento em gastos com a saúde.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.