Frutaria chinesa fechada pela ASAE por vender fruta estrangeira como se fosse portuguesa

| País
Frutaria chinesa fechada pela ASAE por vender fruta estrangeira como se fosse portuguesa

A Autoridade da Segurança Alimentar e Económica (ASAE) fechou esta manhã uma loja chinesa de legumes e frutas em Lisboa. A proprietária foi detida por vender fruta estrangeira como se fosse de origem portuguesa. Outra falha do estabelecimento era a falta de condições de higiene. A ASAE explica que a ação foi preparada há vários dias, porque detetou que havia agentes económicos que estavam a aproveitar-se da vontade dos portugueses de consumir produtos nacionais.

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.