Gonçalo Ribeiro Telles afirma que corredor verde de Lisboa foi ideia sua mas é obra comum

| Ambiente
Gonçalo Ribeiro Telles afirma que corredor verde de Lisboa foi ideia sua mas é obra comum

Foto: Antena1

Gonçalo Ribeiro Telles esperou 30 anos para ver finalmente concretizado o corredor verde de Lisboa, que liga Monsanto ao Parque Eduardo VII. O arquiteto paisagista recorda que a ideia foi sua, mas é no fundo uma obra coletiva.

Em entrevista à jornalista da Antena1 Arlinda Brandão, Gonçalo Ribeiro Telles sublinha que a preocupação foi “respeitar todos os conceitos de organização da vida nesse corredor, nomeadamente zonas de mato, de arvoredo, de relvado, de horticultura”.

“A ideia foi minha, mas foi também de muita gente que estudou aquilo com sentido criativo. A arquitetura é uma obra comum, é difícil ser de um indivíduo”, observa.

Os seis quilómetros do corredor verde de Lisboa já podem ser utilizados, a pé ou de bicicleta. A obra vai ser inaugurada na sexta-feira.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.