Governo investe 14 milhões de euros na reabilitação de 13 escolas públicas

| País

O Governo assinou hoje, na Amadora, acordos de colaboração com dez municípios no valor de 14 milhões de euros para levar a cabo obras de modernização em 13 estabelecimentos de ensino, recorrendo a fundos comunitários.

Numa cerimónia presidida pelos ministros da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, foram assinados acordos de parceria com os municípios de Alcobaça, Almada, Amadora, Batalha, Figueira da Foz, Mealhada, Odivelas, Sardoal, Torres Novas e Torres Vedras.

Os acordos visam a realização de obras em escolas dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e secundárias, beneficiando 9.199 alunos.

O ministro da Educação explicou que os acordos vão permitir executar investimentos em escolas que estão mapeadas no âmbito do Portugal 2020, levando a que no total sejam realizadas centenas de obras em estabelecimentos de ensino de norte a sul do país.

"Esta é a segunda cerimónia que estamos a realizar e estamos muito contentes porque vai permitir a execução estável destes fundos e melhorar a qualidade da execução destes investimentos", disse o governante.

Na sua intervenção, Tiago Brandão Rodrigues afirmou que o Governo não irá "ficar descansado" enquanto houver "escolas antigas a precisar de serem modernizadas".

"Queremos escolas renovadas que proporcionem oportunidades para todos", sublinhou.

Por seu turno, o ministro do Planeamento e Infraestruturas realçou o facto de estas intervenções terem "um forte impacto no crescimento económico e no investimento público".

"Vai criar muitos postos de trabalho e dar um enorme impulso ao investimento económico", observou.

No total, os acordos de colaboração contemplam a modernização de 200 escolas num investimento global de 200 milhões de euros provenientes de fundos comunitários e do Orçamento do Estado.

Tópicos:

Alcobaça Almada Amadora Batalha Figueira, Planeamento,

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro da Defesa considera "absurda" a ideia de poder vir a retirar a confiança nas chefias militares, depois de concluído o relatório sobre as mortes nos Comandos.

Antigo primeiro-ministro, alto-comissário da ONU para os Refugiados durante dez anos e atual candidato ao secretário-geral das Nações Unidas. António Guterres percorreu os principais palcos nacionais e internacionais.

É um espaço de jogos dedicado exclusivamente à realidade virtual e que marca a chegada do PlayStation VR a Portugal, no próximo mês de outubro.

Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Será emitida todas as segundas-feiras.