Homem que matou mulher e filha em Soure condenado a 25 anos de prisão

| País

O tribunal de Soure condenou hoje a 25 anos de prisão o homem que, em outubro de 2014, matou a mulher e a filha de 16 anos e deixou outra filha, de 13 anos, gravemente ferida.

O homem, residente em Soure, distrito de Coimbra, confessara durante o julgamento, que começou no dia 07, que tinha matado a mulher e uma filha, com recurso a vários golpes de faca, na noite de 19 para 20 de outubro de 2014, tendo deixado a outra filha gravemente ferida.

Durante as alegações finais, o Ministério Público tinha pedido a pena máxima de 25 anos de prisão para o arguido, que estava acusado de dois crimes de homicídio qualificado na forma consumada e de um crime de homicídio qualificado na forma tentada.

Tópicos:

Soure,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.