Homem que matou mulher e filha em Soure condenado a 25 anos de prisão

| País

O tribunal de Soure condenou hoje a 25 anos de prisão o homem que, em outubro de 2014, matou a mulher e a filha de 16 anos e deixou outra filha, de 13 anos, gravemente ferida.

O homem, residente em Soure, distrito de Coimbra, confessara durante o julgamento, que começou no dia 07, que tinha matado a mulher e uma filha, com recurso a vários golpes de faca, na noite de 19 para 20 de outubro de 2014, tendo deixado a outra filha gravemente ferida.

Durante as alegações finais, o Ministério Público tinha pedido a pena máxima de 25 anos de prisão para o arguido, que estava acusado de dois crimes de homicídio qualificado na forma consumada e de um crime de homicídio qualificado na forma tentada.

Tópicos:

Soure,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.