Investigador da UMinho que estuda resistência de próteses distinguido nos EUA

| País

Um investigador da Universidade do Minho (UMinho) foi distinguido com o prémio ""The Graduate Student Awards" pela investigação que visa "potenciar a resistência" dos implantes ortopédicos à corrosão e ao desgaste, através da utilização de um "revestimento multifuncional inovador".

Em comunicado enviado à agência Lusa, a academia minhota explica que o trabalho de Sebastian Calderon, intitulado "Resposta Eletroquímica de revestimentos de ZrCN-Ag-a (C,N) em fluidos sinoviai" pretende aplicar um biomaterial a um "conjunto variado de próteses ortopédicas", como do joelho e da anca, "reduzindo a probabilidade de infeções e a rejeição destes implantes por parte do organismo humano".

O investigador, a trabalhar do Centro de Física da UMinho, foi distinguido na 42ª Conferência Internacional em Revestimentos Metalúrgicos e Filmes Finos, em San Diego, nos EUA, adianta a UMinho.

No texto, a UMinho explica que "em 2010, o investimento nacional feito em artoplastias - cirurgia que substitui uma articulação danificada por uma prótese - atingiu os 30 milhões de euros" estando estimado que "15% das 10 mil artroplastias da anca realizadas anualmente em Portugal possam vir a falhar".

Isto porque, explana, "em caso de infeção ou rejeição, é necessário realizar novas cirurgias, o que se traduz num maior desconforto para os pacientes, aumento do número de internamentos e, consequentemente, mais custos para o Sistema Nacional de Saúde".

Para o investigador, a distinção significa o "reconhecimento" do trabalho que desenvolveu.

"Da mesma forma, valoriza a investigação do grupo Modificação e Funcionalização de Superfícies do Centro de Física da UMinho, do qual faço parte, e é também um prémio para esta academia, que nos dá condições para continuarmos a desenvolver um excelente trabalho", afirma Sebastian Calderon,

O prémio "The Graduate Student Awards" foi criado, em 2006, pela Advanced Surface Engineering Division, como forma de homenagear e incentivar estudantes com "capacidade excecional" a prosseguir a investigação na área de engenharia de superfícies, filmes finos e áreas afins.

Tópicos:

Finos, Física, Modificação Funcionalização, Sebastian Calderon, ZrCN Ag,

A informação mais vista

+ Em Foco

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.