IPO do Porto adia cirurgias por falta de camas

| País
IPO do Porto adia cirurgias por falta de camas

A ver: IPO do Porto adia cirurgias por falta de camas

O IPO do Porto está a adiar cirurgias por falta de camas. Os doentes mais afetados são os que têm tumores da mama, prostata e do aparelho digestivo. Os responsáveis admitem que a situação se deve às restrições orçamentais. Revelam também que já tiveram de reduzir o numero de camas dos cuidados paliativos, para poderem operar mais doentes.

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.