Miguel Macedo desmente troca da GNR pela Força Aérea na missão para a República Centro Africana

| País
Miguel Macedo desmente troca da GNR pela Força Aérea na missão para a República Centro Africana

Foto: Lusa

O ministro da Administração Interna sublinhou esta sexta-feira que não houve qualquer troca da Guarda Nacional Republicana (GNR) pela Força Aérea para integrar a missão das Nações Unidas na República Centro Africana. Miguel Macedo admitiu, contudo, que a hipótese foi equacionada.

“Não houve troca nenhuma”, afirmou o ministro da Administração Interna aos jornalistas à margem da apresentação do Parque Florestal da Penha, em Guimarães. Em causa estava a informação avançada pelo Diário de Notícias de quinta-feira de que houve uma troca de um pelotão da GNR com 27 elementos por um grupo de 47 militares da Força Aérea Portuguesa e um avião C-130 para fazer parte da missão militar da União Europeia na República Centro Africana.

Questionado sobre a confirmação que foi feita à agência Lusa por uma fonte da GNR de que um grupo de militares da GNR treinava há um mês para aquela missão, Miguel Macedo respondeu que eles “treinam todos os dias”, salientando que o Governo é que decide qual é a participação de Portugal naquele tipo de missões.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.