PAN diz que abate de animais "está fora de questão" em Castelo Branco

| País

O deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) disse hoje que o abate de animais em Castelo Branco está fora de questão, garantia que lhe foi dada durante uma reunião com o presidente da Câmara local.

"O senhor presidente e o executivo de Castelo Branco pretendem continuar com a política vigente de proteção e bem-estar animal que sempre existiu no municipio, ou seja, os abates estão fora de questão", afirmou André Silva à agência Lusa.

O deputado do PAN deslocou-se hoje a Castelo Branco, onde esteve reunido mais de duas horas com o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, para esclarecer a alegada interrupção de um ciclo de 18 anos sem abates de animais, ao ter cessado um protocolo com a APAAE - Associação de Proteção e Apoio ao Animal Errante.

"Foi uma reunião extremamente positiva, com uma conversa muito franca e aberta, na qual o senhor presidente da Câmara [Castelo Branco] teve a oportunidade de esclarecer algumas dúvidas que existiam fruto de uma ausência de posição oficial", sustentou.

O deputado do PAN explicou que a pretensão do município de Castelo Branco, que há quase 19 anos não abate animais, passa por continuar com essa política, não só agora, mas também num futuro próximo.

Uma outra questão que foi esclarecida durante a reunião entre o deputado e o autarca diz respeito ao alegado protocolo estabelecido entre o município de Castelo Branco e o canil intermunicipal de Proença-a-Nova.

"Não existe nenhum protocolo entre a Câmara de Castelo Branco e o canil intermunicipal de Proença-a-Nova. Para nós, isso é extremamente positivo, porque vem confirmar que não há pretensão da parte do presidente da Câmara em abater qualquer animal e que os animais do concelho de Castelo Branco são recolhidos e são abrigados no parque de São Lázaro", disse.

André Silva adiantou ainda que Castelo Branco tem um centro de recolha de animais que, neste momento, não tem todas as condições, mas que permite fazer a recolha dos animais errantes e dos animais abandonados e encaminhá-los para adoção, política de adoção essa que já está a ser implementada com uma página criada na Internet.

"O presidente da Câmara afirmou que num futuro próximo, a médio prazo, pretende instalar no município de Castelo Branco um centro de recolha oficial (CRO) de animais, com todas as condições para receber os animais do concelho e poder implementar uma política de controlo populacional e de proteção e bem-estar animal, de acordo com a lei que entretanto entra em vigor", explicou o deputado do PAN.

André Silva sublinhou que foi "extremamente importante" o PAN ter ido a Castelo Branco ouvir a posição oficial do executivo e tirar todas as dúvidas que pairavam no ar, "muitas delas ideias ou notícias não oficiais".

Tópicos:

Anis, Câa, Lázaro,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.