PJ realizou buscas no Hospital de Santa Maria

| País

A Polícia Judiciária (PJ) realizou hoje buscas no Hospital de Santa Maria, relacionadas com o caso das próteses, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao processo.

Segundo a mesma fonte, este caso insere-se na investigação da PJ e do Ministério Público sobre fraudes detetadas no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A TVI avançou com a notícia que as buscas visaram no gabinete do diretor do Serviço de Cirurgia Vascular, estando em causa alegadas irregularidades na compra de próteses.

Em Julho, o Ministério da Saúde revelou que enviou para investigação nos últimos três anos 416 processos no âmbito do combate à fraude, que equivalem a um montante superior a 370 milhões de euros.

Segundo os números apresentados, entre setembro de 2012 e maio de 2015 foram tratados e enviados para investigação 416 processos, num valor total de 372 milhões de euros.

Os 416 processos enviados para investigação entre 2012 e 2015 resultaram da análise sobre 330 prescritores de faturas, 140 prestadores de serviços e dois utentes.

Do total, Polícia Judiciária, Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e Inspeção-geral das Atividades em Saúde levantaram 60 processos.

O ministro da Saúde sublinhou que a fraude na saúde "retira uma quantidade significativa de recursos que podiam ser aplicados na parte assistencial e em mais investimento."

Tópicos:

Ação,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.