Polícia Judiciária recolheu documentação na Câmara de Paços de Ferreira

| País

Inspetores da Polícia Judiciária estiveram na Câmara de Paços de Ferreira, na quarta-feira, a consultar e recolher documentos para apurar eventuais irregularidades praticadas no anterior mandato, confirmou hoje à Lusa fonte autárquica.

Segundo a fonte, a investigação em curso tem a ver com uma exposição ao Ministério Público apresentada no início deste mandato pelo novo executivo, de maioria socialista, liderado por Humberto Brito.

Os socialistas diziam ter dúvidas sobre utilização de fundos comunitários e das cauções prestadas pelos empreiteiros, da alegada responsabilidade da anterior gestão social-democrata de Paços de Ferreira, distrito do Porto, acrescentou a fonte.

Os inspetores analisaram documentos contabilísticos e ouviram o presidente da câmara, o vereador das finanças e um técnico do município responsável pela área financeira.

Tópicos:

Câa,

A informação mais vista

+ Em Foco

O homem que se deixa guiar mais pela racionalidade e disciplina considera que chegou o momento de “mobilizar os portugueses e com eles restabelecer a confiança num futuro melhor”.

    Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

      Em entrevista ao programa Visão Global da Antena 1, o ministro dos Negócios Estrangeiros reforça o apoio ao diálogo político na Venezuela e falou sobre as relações entre Portugal e Angola.

      O ministro da Administração Interna garante em entrevista à Antena 1 que não será "nem para o ano, nem daqui por dois" que ser resolve o problema dos incêndios em Portugal.