Portugal sem assistentes sociais suficientes no terreno para lidar com novos problemas sociais

| País
Portugal sem assistentes sociais suficientes no terreno para lidar com novos problemas sociais

Foto: Susana Vera/Reuters

A presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social alerta que Portugal não tem assistentes sociais suficientes no terreno para lidar com os novos problemas sociais do país, porque a Segurança Social não está a contratar e no setor privado também não há dinheiro para contratações. Fernanda Rodrigues defende que os profissionais que o país tem a trabalhar têm capacidades para este trabalho, mas são poucos.

Identificar e caracterizar os novos problemas sociais, procurar as respostas adequadas, e propor alternativas são os motes para este que é o Dia Mundial do Assistente Social. A questão do desemprego é um dos problemas que atingiu proporções nunca vistas e que precisa de novas abordagens no terreno.

Andar no terreno é complicado, visto que em momentos de pressão, de crise e de descontentamento social, os profissionais da linha da frente lidam pessoal e diariamente com a população, e são por vezes alvo desse descontentamento. Esta situação reflete-se em situações de agressão física e verbal, e em ameaças aos próprios assistentes sociais e aos familiares, embora ainda não haja números contabilizados.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP disponibiliza agora uma nova aplicação: apresenta as notícias do dia em texto, vídeo e áudio, alertas de última hora e as emissões da RTP3 e Antena 1.

Em dez anos, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado 18 vezes em casos de liberdade de expressão.

    Londres é o grande centro financeiro para negócios internacionais e comércio da Europa e um dos principais centros de liderança da economia global. Corre o risco de ser desmantelada.

      Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra.