Sete novas orações sobre Fátima vão integrar projeto `online` "Passo-a-Rezar"

| País

O Santuário de Fátima anunciou hoje que sete novas orações em formato áudio sobre os pastorinhos e as aparições da Cova da Iria vão ser incorporadas nos conteúdos do projeto `online` de oração diária "Passo-a-Rezar".

"Trata-se de uma proposta de oração sobre Fátima, inserida também no Centenário das Aparições, construída a partir das memórias da Irmã Lúcia e de alguns textos bíblicos", refere o Santuário, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Adianta que os textos das novas orações, desenvolvidas em parceria com o Apostolado de Oração (que promove o Passo-a-Rezar há mais de seis anos) são "centrados na espiritualidade dos pastorinhos" e da autoria de Ângela Coelho, Postuladora da Causa de Canonização dos beatos Francisco e Jacinta e vice-postuladora da causa de beatificação da Irmã Lúcia.

As vozes que guiam a oração são dos atores João Ricardo e Maria Helena Falé, colaboradores oficiais do Passo-a-Rezar, acrescenta o Santuário de Fátima.

Na mesma nota, lê-se que o Terço Oficial do Santuário de Fátima, concebido no âmbito das celebrações do Centenário das Aparições, vai ser apresentado na terça-feira.

"Trata-se de uma peça exclusiva, concebida pela firma Leitão & Irmão, antigos joalheiros da Coroa portuguesa, com a assessoria técnica do Santuário", refere o comunicado.

O terço é composto por contas azuis, dispostas sobre um fio de ouro e intercaladas por esferas douradas, "sendo a conta da salve-rainha assinalada com o monograma do Santuário de Fátima e com a preciosa coroa da Imagem de Nossa Senhora de Fátima".

"A medalha, por seu lado, mostra a escultura do Anjo, da Loca do Cabeço e a escultura da Virgem de Fátima, venerada na Capelinha das Aparições. A cruz, que remata o conjunto, evoca a Cruz Alta do recinto de oração do Santuário da Cova da Iria", ilustra.

Tópicos:

Anjo Loca, Apostolado, Capelinha, Centenário, Coroa, Rezar, Santuário,

A informação mais vista

+ Em Foco

A União Europeia está ameaçada e tem de voltar à sua génese para se fortalecer e recuperar influência na cena mundial. Ou arrisca-se a perder o comboio do desenvolvimento e a desmembrar-se em pouco tempo.

    Num contexto de retorno do medo ao Reino Unido, a diplomata britânica Kirsty Hayes aponta a importância de todos os habitantes de Londres estarem unidos.

    Foram mais de três horas de debate a cinco mas sem grandes novidades. Le Pen defendeu o fim da imigração. Macron foi atacado pelas ligações à banca.

    Estarão os nossos equipamentos comprometidos? O especialista em cibersegurança Pedro Queirós alerta para um problema "assustador".