"Tratado Orçamental da União Europeia é uma loucura", afirma Octávio Teixeira

| País
Tratado Orçamental da União Europeia é uma loucura, afirma Octávio Teixeira

O comentador do Conselho Superior da Antena 1 considera que o Tratado Orçamental, que será esta quinta feira discutido no Parlamento, devia ser referendado, pois é democraticamente inaceitável e irá conduzir Portugal a tempos ainda mais difíceis. Octávio Teixeira critica a passividade do Presidente da República que "continua a fazer tudo o que o Governo quer".

Octávio Teixeira sublinha que o Tratado Orçamental tem todas as condições para ser rejeitado e aponta as razões: é democraticamente inaceitável pois trata-se de um acordo intergovernamental feito à margem dos tratados europeus, e isso acontece para que o documento não seja referendado, sendo assim basta que 12 dos 27 países da União Europeia o aprovem para que entre em vigor; é socialmente e economicamente também inaceitável pois ao impor que o défice público estrutural nunca seja superior a 0,5%, está a condicionar o crescimento económico do país, deixando Portugal eternamente sob o domínio da Troika e permitindo que os cidadãos sejam cada vez mais sacrificados.

O comentador acusa o Governo de seguir uma "linha de desvario" e acusa o Presidente da República de cumprir tudo o Executivo quer, apesar de ter dito que há limites que não podem ser ultrapassados, o que na opinião de Octávio Teixeira já há muito que aconteceu.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.