Tribunal de Alcobaça absolveu autor de blogue

| País

O Tribunal de Alcobaça absolveu hoje o autor do blogue doportugalprofundo, António Caldeira, da acusação de ter divulgado matérias do processo da Casa Pia que estavam em segredo de justiça.

O Ministério Público pedira a condenação a uma pena de multa do autor do blogue, enquanto José Maria Martins, advogado de defesa do arguido, defendia a absolvição do seu cliente, considerando que ele "não foi notificado do despacho" que proibia a publicação daquelas matérias.

O caso reporta-se a 2004, quando António Caldeira divulgou no seu blogue - portugalprofundo.blogspot.com - vários textos sobre o processo Casa Pia.

Ao longo de vários meses, António Caldeira divulgou informações sobre o processo Casa Pia e chegou a incluir um relatório do Serviço de Informações e Segurança (SIS), concluído em 1999, intitulado "A Pedofilia em Portugal:

Ponto da Situação".

Além deste documento, a página incluiu também um "recurso do Ministério Público sobre a não-pronúncia do [deputado socialista] Paulo Pedroso, [do apresentador] Herman José e [do arqueólogo subaquático] Francisco Alves".

Durante o julgamento, foram ouvidas testemunhas como a provedora da Casa Pia de Lisboa, Catalina Pestana, o advogado Pedro Namora, o jornalista Alte Pinho e os professores universitários António Pedro Dores e José Adelino Maltez.

Um ponto comum aos vários depoimentos foi a convicção das testemunhas que, caso tivesse conhecimento do despacho de proibição da divulgação de excertos do processo, António Caldeira não violaria a lei.

à saída da audiência de leitura da sentença, António Caldeira mostrou-se "satisfeito", adiantando que "não sabia que não podia publicar as peças" e que apenas pelos jornais soubera que estava a violar a lei.

A sentença representou "um alívio" para António Caldeira, tendo constituído "uma vitória da cidadania e da blogosfera".

A informação mais vista

+ Em Foco

Meio século depois, o Parlamento soviético dos finais da Guerra Fria repudiou o Pacto. Decorridos mais 30 anos, Putin quer reabilitá-lo.

    A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.