Tribunal decreta prisão preventiva de suspeito de homicídio de sobrinho

| País

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Évora determinou hoje a prisão preventiva do homem de 80 anos suspeito de ter assassinado um sobrinho, alegadamente por desavenças entre ambos, revelou à Agência Lusa fonte policial.

A medida de coação mais grave foi aplicada pelo juiz de instrução criminal, depois do interrogatório realizado hoje no TIC de Évora, referiu a mesma fonte, indicando que o alegado homicida vai aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional Regional de Beja.

O homem de 80 anos é suspeito de ter assassinado um sobrinho de 52 anos, no domingo à noite, no quintal de uma habitação, situada no Bairro de Santa Luzia, na periferia da cidade de Évora.

Fonte da polícia adiantou que o idoso terá disparado um tiro de caçadeira, tendo atingido a vítima na cabeça, na sequência de uma discussão relacionada com "a horta e as ferramentas" utilizadas por ambos.

A mesma fonte referiu que os dois homens "já tinham desavenças antigas".

Tópicos:

TIC,

A informação mais vista

+ Em Foco

Mira Amaral considera que nacionalizar o Novo Banco seria um tremendo disparate, até porque o Estado já vai ter dificuldades em aumentar o capital na Caixa Geral de Depósitos.

A organização do Festival da Canção criou um documento “não exaustivo” de exemplos de bandeiras que não são aceites no concurso - nove ao todo, entre estas a bandeira basca.

    Cinco homens, quatro mulheres, nove candidatos à posição de secretário-geral da Organização das Nações Unidas. Incluindo o antigo primeiro-ministro português António Guterres.

      Completam-se agora 100 anos sobre o início da beligerância portuguesa. Uma data assinalada pela RTP com a publicação online dos seus mais significativos materiais de arquivo sobre o tema.