Com vista para o rio, para Monsanto e para a Revolução

| 25 heróis do 25 de Abril
Com vista para o rio, para Monsanto e para a Revolução

foto: reuters

A Escola Prática de Artilharia, em Vendas Novas, foi o primeiro quartel a entrar na Revolução, ainda se esgotavam os últimos minutos de 24 de abril de 1974. Era lá que estava o então tenente Andrade da Silva que, antes de mais, teve de prender o comandante da sua unidade.

Mais tarde, montou baterias no Cristo-Rei com mira orientada para Monsanto e para a fragata Gago Coutinho que, do meio do Tejo, ameaçava com os seus canhões as forças revolucionárias lideradas por Salgueiro Maia, concentradas no Terreiro do Paço. Como sabemos hoje, não foi preciso abrir fogo.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

O homem que se deixa guiar mais pela racionalidade e disciplina considera que chegou o momento de “mobilizar os portugueses e com eles restabelecer a confiança num futuro melhor”.

    Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

      Em entrevista ao programa Visão Global da Antena 1, o ministro dos Negócios Estrangeiros reforça o apoio ao diálogo político na Venezuela e falou sobre as relações entre Portugal e Angola.

      O ministro da Administração Interna garante em entrevista à Antena 1 que não será "nem para o ano, nem daqui por dois" que ser resolve o problema dos incêndios em Portugal.