"Não se resolve nada contestando nas ruas", refere José Policarpo

| Política
Não se resolve nada contestando nas ruas, refere José Policarpo

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), José Policarpo, disse hoje, em Fátima, que as manifestações e o povo a governar, a partir da rua, resultam na "corrosão da harmonia democrática" em Portugal.

José Policarpo sustentou que "não se resolve nada contestando, vindo para grandes manifestações" e, tão pouco, "com uma revolução", uma vez que "estes problemas foram criados ao longo de muito tempo", criticando a "reação coletiva a este momento nacional, que dá a ideia de que a única coisa que se pretende é mudar o governo".

O cardeal-patriarca de Lisboa fez estas afirmações durante a conferência de imprensa que serviu para apresentar a peregrinação de 12 e 13 de outubro, no Santuário de Fátima.

A informação mais vista

+ Em Foco

É até hoje a mais icónica das aventuras da exploração espacial. Há 50 anos, o Homem chegava à Lua à boleia da NASA. Percorrermos aqui todos os detalhes da missão, dia a dia.

    O programa Artemis, da NASA, tem como objetivo regressar ao satélite natural da Terra e, simultaneamente, preparar a viagem a Marte.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.