Seguro começou por perguntar qual é a pressa mas calendário foi acelerado para as diretas deste sábado

| Política
Seguro começou por perguntar qual é a pressa mas calendário foi acelerado para as diretas deste sábado

O PS vai eleger este sábado o novo secretário-geral do partido. O atual detentor do cargo, António José Seguro, vai ter como opositor Aires Pedro.

António José Seguro começou por desvalorizar a antecipação do calendário socialista e responder aos jornalistas com a pergunta de qual era a pressa. A data do congresso acabou por ser marcada escassos dias depois.

Nessa altura era António Costa quem surgia como adversário possível de Seguro nas eleições diretas, mas o autarca de Lisboa acabou por mudar de ideias. Arrumada a oposição interna, Seguro virou-se para a situação do país e acabou por partir para o discurso da rutura.

Além da eleição do secretário-geral do partido, este sábado vai ser escolhida pelas militantes a nova presidente do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas. Há duas candidatas, nomeadamente Isabel Coutinho, antiga deputada e apoiante de António José Seguro, e Graça Fonseca, que é vereadora da Câmara Municipal de Lisboa e alinhada com António Costa. A Antena1 registou as ideias de ambas as candidatas.

(com Sandra Henriques)

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Num contexto de retorno do medo ao Reino Unido, a diplomata britânica Kirsty Hayes aponta a importância de todos os habitantes de Londres estarem unidos.

Foram mais de três horas de debate a cinco mas sem grandes novidades. Le Pen defendeu o fim da imigração. Macron foi atacado pelas ligações à banca.

Estarão os nossos equipamentos comprometidos? O especialista em cibersegurança Pedro Queirós alerta para um problema "assustador".

    Em São Bento, uma fotografia denuncia a localização da Fundação Mário Soares, uma instituição de utilidade pública, cujo futuro está ainda a ser pensado.