Primeira Partida

As tropas do CEP começaram a partir para França em 30 de janeiro de 1917. A primeira partida foi feita quase em segredo: o Governo decidiu que assim se garantia a “rapidez e boa ordem”.

| Portugal na I Grande Guerra


Tudo decorreu de noite, por conveniência do “serviço dos comboios”, explica a revista de O Século, a Ilustração Portuguesa. Que ao longo de meses iria documentar as sucessivas partidas. E as despedidas entre os que ficavam e os que partiam nos cais.

Ao longo dos meses, Lisboa fervilhou de chegadas e de partidas.

Centenas de homens chegavam de comboio de vários pontos do país.




Desembarcavam em Lisboa e esperavam para marchar até Alcântara, onde seguiam em transportes marítimos até Brest, em França.


Nos cais dos comboios e depois no cais de Alcântara, os familiares deixavam um último abraço, um último carinho.




Antes de embarcar muitos soldados aproveitavam para escrever um último postal, ou comprar alguma fruta às vendedeiras que faziam bom negócio.

As partidas começaram a 30 de janeiro de 1917 e duraram até outubro. Praticamente todas foram seguidas e fotografadas pela revista Ilustração Portuguesa.

Quase 60 mil homens seguiram viagem deste modo, até França.



Imagens cedidas por: Hemeroteca Nacional de Lisboa

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.